domingo, 10 de março de 2013

MÚSICA




            O estilo musical da Região Nordeste é bem diversificado.  Hoje,  essa região pode nos dar o prazer de ouvirmos o Axé, o Samba de roda, o Xote, o Forró, o Xaxado,  o Samba Reggae,  o Ijexá, o Frevo, o Baião  e até mesmo  a MPB. Vamos às características desses estilos musicais:

AXÉ 

   O Axé é um gênero musical surgido na Bahia na década de 80, onde se mistura o frevo pernambucano,  os ritmos afro-brasileiros, o reggae, o merengue, o forró, o maracatu e outros suingues. Sabe-se  no entanto, segundo http://pt.wikipedia.org/wiki,  que o termo Axé é utilizado erroneamente para um estilo musical.  Na Bahia esse vocábulo é empregado pela expressar uma saudação de positivismo no Candomblé e na Umbanda.  Entre os artistas propagadores do Axé Music temos as Divas Daniela Mercury, Ivete Sangalo e Cláudia Leite.




















O Samba  de Roda 
  
   O Samba de Roda do Recôncavo Baiano sobrevive até  hoje como uma manifestação folclórica. Ele surgiu na Bahia do século XIX e é tipicamente  africano. As danças são manifestadas em forma de roda, as vestimentas bem caracterizadas, lembrando elementos do Candomblé ou da Umbanda e os atabaques  acompanham as mais lindas cantigas.





XOTE

   Conforme o site  http://www.infoescola.com/danca/xote,  esse ritmo  teve uma origem na Alemanha e  começou a ser cultuado pelos negros do Nordeste em  1851.  É um modo de dançar  parecido com o Forró, no qual  o cavalheiro pega a dama pelas mãos, mexe e remexe e a rodopia no salão.




FORRÓ

   Luiz Gonzaga foi o maior responsável pela divulgação da música nordestina, inclusive o forró. Ele nasceu em Caiçara – PE, filho de um lavrador e sanfoneiro e em 1930 saiu de casa para servir o Exército Brasileiro.  Dedicou-se à arte e  desde então seus maiores sucessos são Asa Branca, Boiadeiro, Sanfoninha Choradeira, entre outros.  O estilo forró é  bem mais malicioso que o xote.  A sensualidade vai de uma leve ou brusca levantada de perna até o  encostar  de testas.
Não podemos esquecer também de uma das maiores cantoras nordestinas, Elba Ramalho, que nasceu em Conceição, na Paraíba e é apelidada como Elba Madonna do Agreste, Tina Turner do Sertão e Rita Lee da Caatinga. Entre os seus grandiosos sucessos estão  De volta pro aconchego, Eu quero meu amor e  Lamento Sertanejo. 



























 Xaxado 

   O Xaxado é uma dança típica da Região Nordeste e era muito praticada no passado quando os cangaceiros comemoravam suas vitórias. É um jeito de dançar muito gostoso, onde os pés vão pra frente e pra trás.




SAMBA REGGAE

   O Samba Reggae apareceu entre  1986 e 2000 na Bahia  e é uma mistura de  Samba de Roda, Reggae e Funk.  Os passistas vão às ruas  de Salvador, com tambores e atabaques, num  gingado  fazendo o balanço dos ombros pra direita e pra esquerda.





















Ijexá /Afoxé / Filhos de Gandhi 

   O Ijexá  é um ritmo tocado para os orixás no Candomblé.  O bloco Afoxé – Filhos de Gandhi vai às ruas para festejar o carnaval da Bahia. Ele é formado por homens  e é voltado  para  a  idealização  da paz, conforme os princípios de Gandhi.








































FREVO

   O Frevo é uma dança de origem do Estado de Pernambuco – Região Nordeste. É um movimento alucinante, cujo dançarino tem a  total liberdade de expressão ao abrir as pernas de forma bastante horizontal e até   flutuar no espaço.
   Um bom exemplo de sucesso nesse embalo é a música da cantora Amélia Cláudia Garcia Colares (Amelinha). natural de Fortaleza – Ceará. Ela foi mais uma entre tantos nordestinos que fizeram sucesso no Brasil.  O tom nordestino de Amelinha deixou sua história marcada com os “hits” Foi  Deus quem fez você e Frevo Mulher.





BAIÃO

   O Baião tornou-se popular na  década de 40, por Luiz Gonzaga ( O Rei do Baião – “Luiz Gonzaga, o Rei do Baião”).  Esse modo de expressão  usa muito a viola caipira,  a sanfona, o triângulo, a flauta doce e o acordeon. A inspiração  é a  vida e a dificuldade dos nordestinos.










6 comentários: